domingo, 22 de janeiro de 2012

Para a mulher que eu amo

Para a mulher que eu amo escrevo esta singela homenagem.
Mesmo não amando nenhuma mulher.

Para a mulher que eu amo, eu te digo,
Eu te amo.
Não só hoje, mas ontem, e amanhã também.
Porque o tempo desde que te conheci, é relativo,
Pois passa depressa em sua companhia e cada segundo longe, é uma eternidade.
Embora pareça clichê, não é.
É verdade.

Para a mulher que eu amo, eu trago flores.
Não apenas rosas vermelhas ou brancas,
Mas todas as que eu puder carregar nesses dois braços magros que eu tenho,
Que quando você está perto, carrego a mais bonita de todas as flores,
Você.
Sua beleza, seu cheio, e sua ...sua.. sua cor... não pode ser comparado as copos-de-leite, margaridas ou tulipas.
Você vence com facilidade, e é injusto se quer pensar em comparação.

Para a mulher que eu amo, desejo felicidade.
Pois, que não seja comigo, que seja com outro, não me importo.
Importo sim, em ver teu sorriso, nem que seja de longe, amarelo, ou mentiroso.
Pois o amor que há em meu peito, amolece ao te ver chorar.
Crio forças do infinito, perdendo a razão e a noção de quem eu sou o que posso fazer, só para te ajudar a sorrir.
Que o Sol apareça quando você quiser ir pra praia, e que chova quando quiser dormir.
Que os ventos soprem quando tiver calor, e que chocolates quentes te ajudem a suportar o frio.
E tudo isso é pouco, porque você merece o melhor.

Para a mulher que eu amo, eu peço desculpas.
De todas as formas, explicitas, implícitas , silenciosas ou escandalosas!
Desculpe-me por me distrai as vezes com besteiras alheias, e não te dar a atenção devida.
Desculpe por olhar para mim, e não te ver sorrir.
E o principal, desculpe-me por te amar tanto ao ponto de querer roubar o mundo para obter a sua atenção.

Para a mulher que eu amo, desejo paixão.
Amasso, beijos, e até porque não, sexo.
Não sou bom em química confesso, de longe sou o mais belo,
De perto, a fera.
Mas que possua tu, todos os prazeres da carne e que não se arrependas quando encontrar o amor verdadeiro.
Mesmo que não seja eu. Eu sei, ai.
Ai...
Aí... aí peço desculpas mais uma vez., por te amar tanto e não entender que os olhos que comem e a boca só sente o gosto de nossa visão.

Para a mulher que eu amo, faço promessas.
Um novo carro, nova casa, quem sabe um novo par de sapatos,
Se tu quiseres, até um novo homem pra chamar de seu.
Diga o que queres que eu realizarei!
E que não for eu que faço essas promessas, case com um homem rico que te dê o melhor!
Te faço uma promessa singela, que não tem dinheiro, apenas sentimentos.
Prometo te conquistar a cada dia, fazer piadas sem graça só pra te ver mostrar os dentes nos dias em que o Sol não aparecer.
Te fazer apaixonar-se a cada dia, como se fosse a primeira vez.
Prometo te acompanhar na tua dor.
Em tuas doenças, mesmo não gostando de hospital.
Em tuas festas, mesmo sem saber dançar.
Mesmo na praia, mesmo no campo, no cinema, ou na balada.
Prometo te proteger como nenhum outro super heroi faria.
Prometo não... não... desculpe novamente. Não consigo prometer que não vou brigar contigo.
Pois tu é minha melhor amiga, e às vezes, é necessário para o seu bem.
Prometo não te decepcionar. E nem te abandonar.
Prometo que mulher nenhuma terá o amor que tenho para ti!
Prometo pensar todos os dias, mesmo quando você se for.
Prometo te amar.

Para a mulher que eu amo, eu digo.
Eu te amo, sem você me amar.

4 Comentários:

Ann Gominho disse...

Diga a verdade Xil, você "copiou" de quem??? rsrs
Ficou muitoo bom!! Gostei! E realmente está parecendo com o texto daquele vídeo.

Beijos
Anna G. http://theinsanemindofanng.blogspot.com.br/

Ilkerson Calebe disse...

HAUHAUHAUHAU, lhe avisei HAHAHAHAY

Gabriela Guimarães disse...

Muito bom!

Anderson - Gouveia disse...

Muuuito bom, Preto.

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO